Buscar
  • ageimagem

Depilação a laser: aparelho para todos os tipos de pele é indolor e 5 vezes mais rápido e eficaz

A nova tecnologia pode ser associada a outros aparelhos estéticos, proporcionando segurança e bem-estar




A tecnologia mudou a vida das pessoas e, agora, na depilação a laser, os pelos podem ser removidos sem incômodos e muito mais rápido. Graças ao novo aparelho Fiber Max, importado pela empresa STR Med, os brasileiros e brasileiras podem dar adeus aos pelos indesejados a partir de um procedimento moderno, capaz de atender às demandas estéticas com segurança e bem-estar.

Reduzir os pelos temporariamente e de forma permanente é possível, de maneira eficaz, a partir da combinação entre duração do pulso, tempo de relaxamento térmico e fluência com a cor específica do pelo e cor da pele.

De acordo com o CEO da STR Med, Eduardo Marques, o Fibermax se diferencia no mercado por contar com tecnologia de fibra de laser acoplada, o que significa que o laser fica dentro da máquina e não na peça de mão.

Dessa forma, ele é mais leve para o profissional manusear e não oferece o risco de quebrar. Além disso, o equipamento possui três tipos de ondas, que são selecionadas de acordo com o tipo de pele.

“A máquina é robusta, potente e aguenta trabalhar 24h por dia sem dar problema. Por ser fibra de laser e contar com as opções certas para cada tipo de pele, a depilação é mais rápida e feita em menos sessões”, explica Eduardo.

Ele acrescenta, ainda, que ela conta com qualidades de outras máquinas também, como ponteira resfriada para aumentar o conforto, sendo praticamente indolor.

No Fiber Masx, os sistemas de resfriamento trabalham menos para dispersar o calor, então os lasers são mais duráveis. Ele trabalha com 50 milhões de pulsos, sendo cinco vezes mais do que os equipamentos convencionais.

O aparelho Fiber Max é aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e está disponível no Brasil, que é um dos maiores consumidores de tratamentos estéticos do mundo.

Apoiada em novas tecnologias, essa abordagem estética pode ser associada a outros aparelhos, uma característica que traz praticidade e inovação. De acordo com o CEO da STR Med, Eduardo Marques, as pessoas ainda associam a dor à depilação a laser.

Ele observa, porém, que a história muda para “quem fizer a depilação com os profissionais que possuem o Fiber Max, pois não precisará se preocupar, porque é indolor, é mais rápido e possui um sistema eficaz para todos os tipos de pele”.

Sobre o Fiber Max

O laser de diodo de fibra acoplado para depilação fica localizado dentro do mainframe, em vez da peça de mão. Portanto, a energia do laser é transferida por fibra para o alvo, o que aumenta significativamente a eficiência energética e a vida útil da peça de mão.

A peça de mão mais leve torna-a mais conveniente para os médicos, enquanto o poderoso resfriamento maximiza o conforto do paciente. A fibra de laser acoplada promete ser mais rápida, mais eficiente e indolor com três tipos de ondas na mesma ponteira congelada, sendo eficaz para todos os tipos de peles.

Em máquinas de laser de diodo acopladas à fibra, as lâmpadas laser não estão localizadas dentro da peça de mão, mas no corpo principal da máquina, então o calor é concentrado dentro do núcleo e não na mão.

Os sistemas de resfriamento trabalham menos para dispersar esse calor, então os lasers são mais duráveis (50 milhões de pulsos, na verdade cinco vezes mais do que os equipamentos convencionais).

Além disso, essa tecnologia torna o feixe de luz mais focado (luz colimada), o que garante um tratamento mais eficaz no menor tempo possível, eliminando o desperdício de energia em áreas que não precisam de tratamento.

Possui três tipos de ondas na mesma ponteira 755nm (Alexandrite) 808nm (Diodo) 1064nm (ND Yang), configurados automaticamente de acordo com cada tipo de pele.

Como funciona a depilação a laser?

Uma das dúvidas que mais surgem é sobre o número de sessões que devem ser feitas, como é feito e se os pelos voltam. As sessões a laser são de acordo com a cor de pele, do pelo, espessura do pelo e o tamanho da região que será depilada. Todas essas informações são passadas pelo profissional que realiza o procedimento estético.

Outra dúvida é sobre o intervalo entre uma sessão e outra. Geralmente, varia entre 30 e 45 dias, ou quando os pelos começam a surgir. Caso a pessoa já tenha terminado todas as sessões e por ventura surgir novos pelos, o tratamento pode ser feito depois de 8 a 12 meses.

Cuidados após a depilação

Após a sessão a laser, a pele fica mais sensível. É comum o local onde ocorreu a depilação ficar mais quente e avermelhado, o que significa que o procedimento foi eficiente. Esses sintomas somem depois de algumas horas.

O ideal é que o paciente não fique exposto ao sol após o procedimento para não causar manchas na pele e deve usar loções calmantes e protetor solar na região depilada. É por isso que a demanda por depilação a laser cresce no inverno, o que ajuda na recuperação da pele após o procedimento.

5 visualizações0 comentário